sábado, 18 de abril de 2009

Tarde de chuva – Tarde de arrumações

Abrir gavetas, escolher roupa, deitar fora aquelas coisas que guardamos para deitar fora mais tarde, guardar aquela camisola que em tempos serviu à minha mãe, redescobrir pequenas recordações, rir com histórias antigas…

Isto tudo em quanto a minha mãe cantava a Menina da Fonte, em plenos pulmões e com um sorriso nos lábios, que não vejos todos os dias! :)niki de saint phalle (1)

Uma tarde muito boa!



Niki the Saint Phalle

2 comentários:

Cat disse...

Não gosto especialmente de arrumações de roupa :P mas o sorriso da mãe, já faz mudar a tarde :)

beijinho *

entremares disse...

De cada vez que remexemos nas nossas " velharias"... acontece-me o mesmo.

E sabes qual é o problema ? Como tudo me traz recordações, acabo por não deitar nada fora e guardo tudo outra vez...