quinta-feira, 4 de junho de 2009

Voo…voo alto.
Vejo o mar ao longe.
Assim à distancia,
parece um menino calmo, 
a brincar inocentemente.

É na verdade
uma ilusão enganadora.
No fundo daquele azul,
esconde-se uma força inimaginável.

Por isso, tenho medo.
E se a força para voar acabar?
Não quero cair, 
não, na força desta realidade azul.

5 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Agora metes aqui um ritmo....CATUM CATUM CATUM e fica lindo....lol

entremares disse...

Ícaro ignorou o medo, construiu as asas de cera e voou... para tentar alcançar o sol...

O resto da história, já a conhecemos.
E o final da tua história... também já a conheces ?

Um óptimo fim-de-semana, apesar da CHUVA...

Intruso disse...

bonito...

Marquinhos disse...

Não cais. A força para voar vem do sentimento que tens no coração, e ele é tão bonito e inesgotável. :D
Um beijo Amiga
Marcos

Menina do Mar disse...

Jedi: com o ritmo do senhor do metro então!! loool

Entremares: não, ainda não sei o final da minha história porque ela ainda se está a desenrolar. ;)

Intruso: Obrigado

Marcos: como tu me compreendes... beijinho * (também não deixes de voar!!)